Acesso à informação
Hoje, Domingo, 19/01/2020 - 10:40h   
Página Principal   Acesso a Suframa   Acesso a Modelo ZFM   Acesso a Serviços   Acesso a Notícias
» SUFRAMA - Notícias

 


18/06/2012

MINAPIM 2012 define consórcios para buscar investimentos em tecnologia

Enock Nascimento


          Manaus é candidata a receber investimentos para se tornar uma ‘cidade inteligente’ como resultado do 2º Workshop de Micro e Nanotecnologia (MINAPIM 2012), evento realizado na cidade nos dias 14 e 15 e cujo tema foi “Preparação do Edital da 7ª edição do Programa Quadro (FP7) da Comunidade Europeia”. Organizado pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), em parceria com o instituto alemão Fraunhofer, o principal objetivo do evento internacional deste ano foi discutir propostas para criação de projetos de cooperação técnica e científica em áreas estratégicas como sociedade inteligente, cidade inteligente e doenças negligenciadas, que serão financiados pela Comunidade Europeia e pelo governo brasileiro no valor total de 20 milhões de euros.  A expectativa é de que alguns desses projetos, caso aprovados na Europa, sejam desenvolvidos e implementados na capital amazonense até a Copa do Mundo de 2014. Cidades inteligentes são concentrações urbanas com alto nível de informatização em sistemas integrados como transporte coletivo, controle de tráfego e telecomunicação, por exemplo, inclusive com a preocupação em relação ao meio ambiente.
          A SUFRAMA realiza desde o ano de 2004 o Seminário de tecnologia MINAPIM, evento que tem como objetivo a disseminação de micro, nano e biotecnologias no Estado  com aplicações industriais e soluções para a sociedade, em área diversas como medicina e meio ambiente.
Após dois dias de debates e palestras, realizados no auditório da autarquia, foram formados dois consórcios transnacionais  (grupos de trabalho) que vão elaborar propostas para o edital  do FP7, que será publicado em setembro pela União Europeia.  A SUFRAMA integra os dois consórcios, cujos projetos  estão nas áreas de nanociências, nanotecnologias, materiais e novas tecnologias de produção. Um dos critérios para se obter os recursos é que os consórcios tenham o envolvimento de instituições de pesquisas de países membros da União Europeia.
          O consórcio 1 cuja ênfase será em projetos de sociedade inteligente - como infraestrutura,  gestão e monitoramento  tecnológico de  grande públicos em eventos de grande escala, situações de emergência e mobilidade - terá como integrantes a  WhileOnthe Move Ltda (Finlândia), OULO City (Finlândia), Fraunhofer (Alemanha), Universidade Federal do Amazonas (UFAM),  Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI-SC),  Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (SECT-AM), Processamento de Dados do Amazonas (Prodam), Instituto Nacional de Nanotecnologia para Marcadores Integrados da Universidade Federal de Pernambuco (INAMI- UFPE) ),  Instituto Nokia de Tecnologia (INDT)  e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). 
          Já o consórcio 2, cujo enfoque serão projetos de tecnologias sustentáveis para cidades inteligentes -  como segurança de alimentação,  integração de sistemas inteligente de terceira geração , entre outros  - terá a  participação do Fraunhofer , Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI-SC),  Governo Estadual (por meio da Prodam e da SECT-AM), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz),   Instituto Nokia de Tecnologia (INDT) e da Fundação Medicina Tropical (FMT-AM).
          O cronograma prevê que os projetos aprovados, com duração de dois anos, já comecem a funcionar em 2013.  Os Programas Quadro são o principal instrumento para financiamento de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) da União Europeia, realizados desde 1984. Com um orçamento de cerca de 50 bilhões de euros, a 7ª edição do Programa Quadro (FP7) possui recursos recordes, ocupando assim a posição de maior programa de financiamento do setor no mundo. Essa edição foi lançada em 2007 e se estenderá até 2013, mas a maior parte dos recursos está sendo aportada em 2011 e 2012.
          Durante o Workshop, no auditório da SUFRAMA, cientistas e pesquisadores de países como Brasil, Finlândia e Alemanha  apresentaram  os projetos que desenvolvem nas áreas de micro, nano e biotecnologia e da ciência e tecnologia de modo geral, tais como  eficiência energética para usuários (incluindo medição e gestão de energia), transportes e sistemas de gestão de tráfego, redes inteligentes, sistemas inteligentes para controle de segurança da cadeia de abastecimento de alimentos ou água, monitoramento ambiental e controle, entre outros.
          Os cientistas e pesquisadores também ouviram demandas por projetos específicos para  doenças negligenciadas como doença de Chagas e malária.  Um dos palestrantes, o coordenador da Unidade Gestora do Projeto da Copa (UGP Copa) , Miguel Capobiango Neto, falou sobre a necessidade de projetos para solucionar questões logísticas e de transporte em Manaus, uma das cidades-sede da Copa de 2014.
          O coordenador do evento, Hernan Valenzuela, Representante do Fraunhofer ENAS no Brasil, ressaltou a importância da inclusão das instituições brasileiras nos dois consórcios, “como forma de transferência de tecnologia no estado da arte”.
No encerramento do workshop, o superintendente adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Regional,  José Nagib, reafirmou o apoio ao instituto Fraunhofer na execução das suas atividades no Brasil.




Veja todas as notícias


CGCOM
cgcom@suframa.gov.br
92 3321-7038
92 3321-7006
92 3321-7042
92 3321-7006
92 3321-7243

Imagem Aérea da Sede da Suframa
Av. Ministro Mário Andreazza, 1.424 - Distrito Industrial
CEP. 69075-830 - Manaus - Amazonas
TEL: 55 92 3321-7000
ANEXO I (92) 3321-7000
Copyright © 1996-2014