Acesso à informação
Hoje, Sexta-Feira, 24/11/2017 - 05:17h   
Página Principal   Acesso a Suframa   Acesso a Modelo ZFM   Acesso a Serviços   Acesso a Notícias
» SUFRAMA - Notícias

 


18/11/2015

Oitava edição da FIAM aponta novos rumos e soluções para a região

Enock Nascimento


Novos rumos da economia da Amazônia Ocidental e a resistência histórica do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) às crises externas foram alguns temas enfocados na abertura da oitava edição da Feira Internacional da Amazônia (FIAM 2015). A solenidade ocorreu nesta quarta-feira (18) no Salão Nobre do Studio 5 Centro de Convenções, em Manaus (AM), e contou com a presença da superintendente da SUFRAMA, Rebecca Garcia, do secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Fernando Furlan, do governador do Amazonas, José Melo, do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, e outras autoridades governamentais, representantes de entidades de classe, diplomatas e empresários.
 
A superintendente Rebecca Garcia destacou a importância da realização da Feira como uma demonstração de resistência à crise e, ao considerar a atual conjuntura econômica nacional, avalia a atual edição como um sucesso. “Nós vivemos um momento diferenciado na economia do nosso País e, ainda assim, temos uma feira com sucesso. Foram comercializados todos os estandes e temos recordes de delegações internacionais que vieram até o Amazonas para fazer negócio. Esperamos que no final do evento tenhamos números que venham significar, acima de tudo, a geração de emprego e renda para a nossa região”.

Rebecca Garcia também apontou o evento organizado pela SUFRAMA como um exemplo de união de esforços de vários setores que deve ser replicado para aprimorar o modelo ZFM. “A crise está afetando a Zona Franca por causa da dependência que temos no mercado interno. Por isso, devemos pensar em novos rumos, como aumentar as exportações”, destacou.
 
O secretário-executivo do MDIC, Fernando Furlan, fez um balanço das sete edições da Feira e destacou o crescimento de expositores e de geração de negócios. Furlan também salientou que, apesar de ser inegavelmente bem-sucedido, o modelo ZFM precisa de aprimoramentos, tendo em vista a prorrogação da sua vigência até 2073. “O governo quer uma Zona Franca de Manaus menos dependente de Brasília e que a SUFRAMA também seja um centro formulador de políticas e de soluções”, salientou.
 
O secretário-executivo pontuou ainda que é necessário direcionar a ZFM para a exportação, aproveitando o câmbio favorável com a valorização do dólar. “É claro que temos que investir em logística e também usar a criatividade e o trabalho de equipe para encontrar soluções".
 
Fernando Furlan ressaltou que o ministro Armando Monteiro deverá estar presente na próxima reunião ordinária do Conselho de Administração da SUFRAMA (CAS), prevista para dezembro, acompanhado de dirigentes do Ministério do Planejamento. Na ocasião, será apresentado um estudo consolidado sobre o novo modelo de gestão proposto para a Autarquia. “A SUFRAMA irá assinar um contrato com metas a serem alcançadas. É claro que isso também implicará no fortalecimento da carreira dos seus servidores”, garantiu.
 
Em seu discurso, o prefeito de Manaus, Arthur Neto, destacou a importância do Centro de Biodiversidade da Amazônia (CBA) e frisou que, se o instituto já estivesse em pleno funcionamento, o Estado estaria em melhores condições para enfrentar a crise econômica.
 
O governador do Amazonas, José Melo, apontou a FIAM como um símbolo da resistência às crises do modelo ZFM. “A Feira dá uma mostra da pujança da nossa economia e de como o nosso modelo é uma fortaleza resistente a solavancos. Ou seja: a ZFM até balança, mas não cai”, discursou.
 
José Melo se mostrou otimista com a superação da atual crise e descreveu um cenário de crescimento para a região. “O fim da guerra fiscal dos Estados vai tornar o ICMS do Amazonas como um diferencial de atração de investidores. Além disso, os 56 anos de vigência da ZFM, levando-se em consideração a prorrogação do modelo até 2073, é fator de persuasão tendo em vista que há tempo suficiente para o empresário investir, maturar o capital e ter lucro”, salientou.
 
Programação
A FIAM 2015, aberta nesta quarta-feira, segue até sábado com programação ampla, que inclui rodadas e encontros de negócios, seminários, oficinas, exposições de artesanatos, cosméticos, fármacos e produtos do Polo Industrial de Manaus, eventos gastronômicos e visitas técnicas, entre outras atividades. A Feira está sendo realizada no Studio 5 Centro de Convenções, em Manaus (AM), e tem visitação gratuita para a população, diariamente, das 15h às 22h.
 




Veja todas as notícias


CGCOM
cgcom@suframa.gov.br
92 3321-7038
92 3321-7006
92 3321-7042
92 3321-7006
92 3321-7243

Imagem Aérea da Sede da Suframa
Av. Ministro Mário Andreazza, 1.424 - Distrito Industrial
CEP. 69075-830 - Manaus - Amazonas
TEL: 55 92 3321-7000
ANEXO I (92) 3321-7000
Copyright © 1996-2014