Acesso à informação
Hoje, Quinta-Feira, 27/04/2017 - 22:37h   
Página Principal   Acesso a Suframa   Acesso a Modelo ZFM   Acesso a Serviços   Acesso a Notícias
» MODELO ZONA FRANCA - Indústria
Altere o tamanho da
fonte do seu texto.


Capda - Indicadores

Comitê das Atividades de Pesquisa e Desenvolvimento na Amazônia

 

CONSOLIDADO GERAL DOS INDICADORES DE DESEMPENHO DAS INSTITUIÇÕES CREDENCIADAS PELO CAPDA GERADOS NO PERÍODO ENTRE 2OO6 A 2008

APRESENTAÇÃO:

O Comitê das Atividades de Pesquisa e Desenvolvimento na Amazônia-CAPDA, criado pelos art. 16, 17 e 18 do então revogado Decreto nº 4.401/2002 foi mantido pelos artigos 26 e 27 do Decreto n° 6.008 de 29 de dezembro de 2006.

A Lei de Informática n° 8.387/91 preconiza que as aplicações em pesquisa e desenvolvimento pelas empresas que tenham como finalidade a produção de bens e serviços de informática devem ser, dentre outras formas, mediante convênio com centros ou institutos de pesquisa ou entidades brasileiras de ensino, oficiais ou reconhecidas, com sede ou estabelecimento principal na Amazônia Ocidental, credenciadas pelo CAPDA.

Com esse desiderato, 94 instituições já obtiveram credenciamento no Comitê, objetivando alavancar a pesquisa e o desenvolvimento na Amazônia Ocidental.

A Secretaria Executiva do CAPDA, entre o período de 2006 a 2008 visitou 72 instituições credenciadas há pelo menos um ano, com o intuito de obter informações para mensurar o grau de desempenho de cada uma delas, formando assim, uma Base de Dados sobre Indicadores de Inovação Tecnológica. O resultado do trabalho foi satisfatório, pois revelou avanços significativos no âmbito da ciência, tecnologia e inovação na região, por intermédio da pesquisa e desenvolvimento.

As formas de acesso aos recursos oriundos da Lei de Informática nº 8.387/91, pelas Instituições credenciadas pelo CAPDA são as seguintes:

• Editais do Fundo Setorial - CT-Amazônia;
• Convênios com empresa beneficiária da lei; e
• Parcela referente aos recursos internos da empresa beneficiária da lei.


1. Quantitativos:

Doutores: 685
Pós Doutores: 02
Mestres: 780
Mestrando: 22
Doutorandos: 14
Bolsistas: 1.978
Patentes registradas: 18
Artigos e Publicações decorrentes da P&D no período: 3.074
Área total construída destinada a P&D: 552.457,80m²
Laboratórios destinados a P&D: 568

2. Qualitativos:

Natureza das Instituições:
Públicas: 39
Privadas: 20
Instituições por Área de Atuação:
Ensino/Formação e Capacitação: 03
Pesquisa e Desenvolvimento: 19
Ambos: 37
Áreas em que desenvolveram pesquisa:
Desenvolvimento Energético: 02
Engenharia Ambiental 01
Informática:
   Desenvolvimento de Software e Hardware: 11
   Desenvolvimento de Software: 02
Saúde: 05
Biotecnologia: 05
Ensino/Formação e Capacitação de Recursos Humanos: 24
Agroflorestal: 08
Desenvolvimento Sustentável: 01
Inteligência Competitiva/Acompanhamento de Projetos: 01

Plano de P&D: Das 59 instituições avaliadas, 13 não seguiram o plano.

Formas de acesso aos Recursos:
• FNDCT/CT-Amazônia:

1) Núcleo de Ciência e Tecnologia/Universidade Federal de Rondônia;
2) Núcleo de Saúde/Universidade Federal de Rondônia;
3) CEFET/Am;
4) Laboratório de Química de Roraima;
5) Departamento de Ciências Agrárias/Universidade Federal do Acre/UFAC;
6) Departamento de Ciência Exatas e da Natureza/UFAC;
7) Laboratório de Biologia de Roraima;
8) Laboratório de Biotecnologia de Roraima;
9) Centro de Apoio Multidisciplinar/UFAM;
10) Funtac – Fundação de Tecnologia do Acre;
11) Parque Zoobotânico/Acre;
12) EMBRAPA/RO;
13) EMBRAPA/AM;
14) EMBRAPA/RR;
15) INPA;
16) Núcleo de Recursos Naturais;
17) Hemoan/Am;
18) Fiocruz;
19) Unidade de Tecnologia de Alimentos/UFAC;
20) Departamento de Analises Clínicas e Tecnológicas/UFAM;
21) Departamento de Biblioteconomia/UFAM;
22) Departamento de Estatística/UFAM;
23) Departamento de Química/UFAM;
24) Fundação de Medicina Tropical do Amazonas-FMT/AM;
25) Instituto de Ciências Biológicas-ICB/UFAM;
26) Fundação Alfredo da Mata;
27) Centro de Desenvolvimento Energético Amazônico – CDEAM/UFAM;
28) Departamento de Ciência da Computação do Instituto de Ciências Exatas/UFAM;
29) Faculdade de Tecnologia/UFAM;
30) CETELI – Centro de Tecnologia Eletrônica e de Tecnologia da UFAM;
31) INDT – Instituto Nokia;
32) CT-PIM;
33) Genius;
34) Fundação Paulo Feitoza; e
35) FUCAPI.
36) Departamento de Clínica Mádica – DCM/MPT/UFAM

Outras fontes de recursos:
• Fundo Verde-Amarelo (FVA)-FNDCT:

1) EMBRAPA/AC.

Por intermédio de Convênio com empresas beneficiárias da Lei de Informática:

1) Escola Superior de Tecnologia – EST/UEA;
2) SIDIA – Samsung Instituto p/ Desenvolvimento de Informática da Amazônia;
3) Nilton Lins;
4) Instituto Certi Amazônia;
5) Fundação Nokia de Ensino – FNE;
6) Fundação Daniel Efraim Dazcal;
7) Instituto de Tecnologia José Rocha Sérgio Cardoso

Por intermédio de Convênio com empresas beneficiárias da Lei de Informática e de parcela referente aos recursos internos da própria empresa:

1) Instituto Euvaldo Lodi – IEL;
2) Curso de Informática – ULBRA; e
3) Fundação Rede Amazônica

Não tiveram acesso aos recursos:

1) Fundação Muraki;
2) Faculdade de Ciências Agrárias – FCA/UFAM;
3) Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira – CEPLAC/SUPOC;
4) Escola Superior de Ciências da Saúde da UEA;
5) Escola Superior de Ciências Sociais da UEA;
6) Escola Superior de Artes e Turismo da UEA;
7) Escola Normal Superior da UEA;
8) Centro de Estudos Superiores de Parintins da UEA;
9) Centro de Estudos Superiores de Tefé da UEA;
10) Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá-IDSM
11) Centro de Federal de Educação Tecnológica de Roraima –CEFET/RR
12) Centro Universitário Luterano de Manaus/Universidade Luterana do Brasil.

 

RESULTADOS:

Inovação:
Das 57 instituições, 49 apresentaram inovações, a saber:

• 24 inovaram em processo;
• 9 em produto, e
• 16 em ambos.

Nível de Inovação:

DISCRIMINAÇÃO
QUANTIDADE

Para o País e para o PIM

13
Para o PIM e para a empresa aportadora de recurso na instituição
03
Para a empresa aportadora de recurso na instituição
04
Para o País e para o setor o qual a Instituição atua:
11
Para a empresa aportadora de recurso na instituição e para a Região
02
Para o País; para a empresa aportadora de recurso na instituição; para o setor o qual a Instituição atua e para Região
05
Para o País; para o PIM; para a empresa aportadora de recurso na instituição; para o setor o qual a Instituição atua e para a Região:
09
Para a Região
02

 

 

 

 

 

 

[ retornar ]

 

 


CGTEC
cgtec@suframa.gov.br
92 3321-7355
92 3321-7356
92 3321-7357

Fábrica Distrito Industrial
Av. Ministro Mário Andreazza, 1.424 - Distrito Industrial
CEP. 69075-830 - Manaus - Amazonas
TEL: 55 92 3321-7000
ANEXO I (92) 3321-7000
Copyright © 1996-2014